Entre o “já” de nossa conversão e o “ainda não” de nosso lar final, poucas coisas são mais importantes em nossa vida cristã do que um nível prático e funcional de alfabetização bíblica.

Mas se você for como eu, disciplinar-se para aumentar essa alfabetização será uma luta. Então, aqui estão mais quatro razões para estudar a Bíblia, mesmo quando você não “sente vontade”:

Cosmovisão evangélica

Você é um teólogo. Não um teólogo acadêmico, estudando história bíblica e idiomas na biblioteca de um seminário, mas um “teólogo cotidiano”. Todos os dias, você e eu interpretamos nossas experiências através das lentes da teologia. Fazemos suposições e tiramos conclusões sobre Deus, nós mesmos e nosso mundo.

Perigosamente, a maioria de nós faz isso rapidamente, sem raciocínio bíblico válido. E talvez ainda mais perigosamente, nem sabemos que os estamos produzindo! É por isso que o estudo da Bíblia é tão maravilhosamente útil. Isso nos dá uma perspectiva “da origem ao destino” sobre tudo o que era, tudo o que é e tudo o que será, para que possamos entender corretamente o nosso mundo e responder adequadamente a ele.

Orientação na vida real

Não há um dia em que não precisamos de uma direção prática, funcional e no nível da vida real e cotidiana. 

  • O que devo dizer nesta conversa?
  • Como devo responder a essa situação?
  • O que devo planejar neste local?

Quase todas as horas são marcadas com momentos de decisão, não grandes decisões que mudam a vida, mas 10.000 pequenos momentos de decisão que moldarão nossa vida e legado.

Uma vez que vivemos em 10.000 pequenos momentos de decisão, é tão reconfortante saber que a Palavra de Deus opera como “uma lâmpada para os nossos pés e uma luz para o nosso caminho” (Salmo 119:105). Quando estudamos as Escrituras, estamos desbloqueando um GPS espiritual que nos ajuda a navegar nesses 10.000 momentos de decisão.

Compromisso com o ministério

A Palavra de Deus nos lembra repetidas vezes que o trabalho mais significativo do universo é o seu trabalho de redenção. Não somos apenas abençoados por recebermos a graça, mas, ao mesmo tempo, somos chamados a ser instrumentos dessa mesma graça na vida dos outros.

A Bíblia define como participamos do ministério da graça. Existem muitas passagens nas Escrituras: 2 Coríntios 5:20, 1 Pedro 5:1-10 e 1 Coríntios 2:1-2 são apenas algumas. Quanto mais você estuda a Palavra de Deus, mais se compromete e se habilita no estilo de vida prático do ministério ao qual todos nós fomos chamados.

Um amor mais profundo por Jesus

A Bíblia não é uma coleção de histórias ou um catálogo de declarações de sabedoria, mas uma narrativa única que vai de capa a capa – a celebração de Jesus. Toda passagem o aguarda, coloca esperança nele, aponta para o que ele sozinho pode consertar ou olha para ele com gratidão.

Você quer amar mais a Jesus? Então estude mais a sua Bíblia! Aumentar o seu nível prático e funcional de alfabetização bíblica fará muito mais do que dar a você conhecimentos acadêmicos. Colocará Jesus diante de você, lembrando-o repetidamente de sua presença, seu plano, seu poder e suas promessas. Isso fará com que você se lembre de que Jesus é o maior presente de Deus para você. O resultado será um amor mais profundo por ele e uma celebração mais vibrante de sua graça.

Deus te abençoe,

Paul Tripp

PERGUNTAS PARA REFLEXÃO

1. Você fez alguma suposição teológica recentemente que foi determinada mais por emoção ou circunstância do que pelas Escrituras? Mesmo que fossem temporárias, como essas conclusões podem ser perigosas para sua saúde espiritual e seu relacionamento com Cristo?

2. Reveja dois ou três dos 10.000 pequenos momentos de decisão que você teve que tomar esta semana. Como a Palavra de Deus lhe deu orientação e luz para esses momentos? Seja específico.

3. Considere um momento de decisão quando você seguiu a direção de Deus. Como isso resultou em bênção? Considere outro momento de decisão quando seguiu seu caminho? Qual foi o resultado?

4. Onde Deus está chamando você para ser um instrumento da graça? Como você pode, na prática, tornar visível a graça invisível de Jesus para alguém que precisa dela? Comprometa-se agora a fazer algo diferente nesta semana para liberar você para as oportunidades de ministério.

5. Por mais clichê que pareça, por que você ama a Jesus? Seja específico em sua resposta, considerando como a Sua presença, plano, poder e promessas mudaram sua vida. Como o seu amor por Jesus deve mudar radicalmente a maneira como você vive hoje?

_________________________

O Dr. Paul David Tripp é pastor, palestrante e autor best-seller. Com mais de 30 livros e séries de vídeos sobre a vida cristã, sua paixão é conectar o poder transformador de Jesus Cristo à vida cotidiana. Ele mora na Filadélfia com sua esposa Luella.

Texto original em inlês “How To Become A Better Theologian” disponível em https://www.paultripp.com/wednesdays-word/posts/how-to-become-a-better-theologian

Tradução e adaptação de Alexandre Valotta.